Porque os sistemas de ajuda mútua são uma fraude?

Não é porque os idealizadores sejam mal-intencionados. É por causa de vários aspectos que tem sido difíceis de controlar, que acabam fazendo com que a maioria das pessoas não tenham resultado. Vou citá-los mais abaixo.

E porque a União Global – UG está sendo um sistema diferenciado, no meio de tantas tentativas fracassadas?

Porque a UG conseguiu resolver o mecanismo da sustentabilidade, que mostrarei, por escrito, e no vídeo ao final da página.

Veja agora porque os sistemas se apresentam como fraude para a maioria da população e acabam se tornando fraudes porque as pessoas não conseguem resultado.

– Geração de doadores com base na rede binária.

A rede binária se apresenta como a melhor configuração do sistema de ajuda mútua, quando as pessoas acreditam e divulgam o projeto. Porém, com o passar do tempo, com a entrada do povão, a coisa começa a funcionar mal, tornando muito demorado o preenchimento das linhas, fazendo os descrentes desistirem.

– Desistência das pessoas que demoram a receber, deixando de fazer reentradas.

Sem entender que se cada participante indicando apenas 2 novos o sistema cresce rapidamente e, ao mesmo tempo, esperando receber doações sem indicar ninguém, as pessoas desistem e deixam de acompanhar o desenvolvimento do projeto, que acaba morrendo aos poucos.

– Falta de ação dos idealizadores, que deixam de incentivar os participantes.

Muitos idealizadores, além de serem impacientes, deixam de incentivar os participantes e os tratam como se fossem máquinas.

– Egoísmo dos participantes que deixam de divulgar o projeto, depois que conseguem os grandes ganhos.

Os participantes que conseguem alguns valores expressivos, vendo que a rede perdeu velocidade no seu crescimento, param de divulgar e, além de deixarem de reinvestir, sacarem todos os seus ganhos e param de divulgar.

E porque a UG está se tornando um sistema de ajuda mútua sustentável?

Não foi fácil. Foi à custa de persistência, observação, acompanhamento e experiência do seu idealizador.

O que ele fez?

– Primeiro, com uma atitude de grande líder, em nenhum momento, abandou seus seguidores, desistindo do projeto.

– Criou uma segunda fase com mecanismos de sustentabilidade que alimenta a primeira.

– Criou uma terceira fase, fugindo da rede binária.

– Melhorou os mecanismos de sustentabilidade da segunda fase.

– Integrou as 3 fases, de forma que o sistema ficou totalmente automático.

– Criou um mecanismo que permite que, mesmo que uma pessoa queira desistir, a sua primeira ação, ao entrar para o projeto, continua rendendo frutos para todos. Na verdade, é um mecanismo anti-desistência.

PARA ENTENDER MELHOR, VEJA OS VÍDEOS A SEGUIR.

A previsão de encerramento do sistema é com 10.000 logins. Foram alcançados 4.300 logins em menos de 3 semanas, pois muitas pessoas estão criando mais de uma reentrada.

É preciso ter uma conta na plataforma https://mibank.com.br, para que as transações ocorram rapidamente.

Para participar, acesse em https://www.uniaoglobal.com/ug1por1/cadastro1por1.

RESULTADOS DA PRIMEIRA SEMANA DA 1POR1

Anúncios

Sobre Celso Silva

Meu nome é Celso Silva; nasci no Rio de Janeiro, em 24 de fevereiro de 1950. Aos 17 anos ingressei na Escola Preparatória de Cadetes do Exército, em Campinas, São Paulo, e após 3 anos, fui para a Academia Militar das Agulhas Negras, em Resende, Rio de Janeiro, formando-me em dezembro de 1973. Segui a carreira militar, passando para a reserva como coronel.
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s