Se você não está recrutando ninguém, deve estar errando nessas 8 coisas.

business-debt-350x230

Nos primeiros 14 dias de empresa, recrutei e ativei 28 pessoas. Observei que a maioria das pessoas não tiveram resultado parecido com o meu.

Eu descobri que elas estavam cometendo os seguintes erros.

1. Vergonha ou medo de falar da empresa para os amigos ou parentes por achar que o negócio não é muito grandioso.

As pessoas agem de um jeito muito esquisito. Quando encontram algo que pode gerar uma renda acima de 25 mil reais, que pode salvar seus amigos e parentes, ficam constrangidas na hora de fazer a divulgação. Porém, quando conseguem um emprego para ganhar 2 salários mínimos, onde não tem mais vaga para ninguém, postam fotos mostrando para todo mundo, esperando os parabéns.

Eu me exponho totalmente, pois sei que posso ajudar alguém que estiver no sufoco. O mais bacana é que não recebo críticas de ninguém, por estar lutando para realizar os meus sonhos.

2. Vergonha de que as pessoas saibam que está precisando de dinheiro.

Atualmente, a maioria da população está precisando de dinheiro. Quem a gente pensa que não está está vivendo de aparências.

Se fazemos uma ampla divulgação do nosso negócio, podemos ajudar muitas pessoas.

3. Falta de se organizar para o negócio como se organiza para o emprego.

Para começar em um emprego, em que vão ganhar um salário baixo, as pessoas gastam um bom dinheiro e tempo para melhorarem a aparência. Quando encontram uma oportunidade que pode lhes render dezenas de milhares de reais, não dedicam tempo para organizar uma agenda e realizar atividades diárias que são necessárias para o desenvolvimento do negócio.

Como não sabemos quem vai querer participar do negócio, o correto é fazer uma lista de pelo menos 100 pessoas e começar a convidar 10 por dia, para que em 10 dias já tenha resultado. A estratégia aqui é ter uma sistemática de não parar enquanto não tiver falado com todos os 100, ignorando os primeiros “nãos”.

4. Valorizar mais as opiniões de amigos e parentes do que as instruções dos líderes da empresa.

Muitas pessoas quando entram num negócio recorrem a opiniões de amigos que não tem experiência ou são mais pobres financeiramente. Não entendem que em uma empresa de marketing multinível, nós é que “puxamos” os amigos e parentes para a nossa rede e não eles que nos puxam para os ambientes deles.

O ambiente das pessoas que estamos chamando para o negócio é o ambiente do medo e do desconhecimento. É preciso lembrar que se você acabou de entrar em uma empresa, conhece mais do que qualquer parente ou amigo que não está desenvolvendo o negócio. Como eles podem nos puxar, então?

5. Valorizar mais a venda de produtos do que o desenvolvimento do negócio.

Como a maioria das empresas de multinível fazem parte da ABEVD, Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas, e empurram muito produto na primeira ativação, a tendência é o distribuidor novo começar apresentando os produtos para amigos e parentes para recuperar o dinheiro. Como a maioria das pessoas não gostam de vendas, acabam recusando a oferta para participar do negócio, porque o conheceu por meio das vendas.

O ideal seria o novo distribuidor ter a coragem de imediatamente começar divulgando o negócio, para depois iniciar a atividade de vendas para seus amigos que não se cadastraram.

6. Não saber tirar dúvidas dos prováveis distribuidores.

É comum nas pessoas que entram no negócio valorizando as vendas, quererem saber muito sobre os produtos, a ponto de participarem de debates com clientes, e não aprendem os detalhes importantes sobre o desenvolvimento do negócio. Assim, acabam tendo dificuldade de recrutar e desenvolver pessoas, perdendo o maior benefício do marketing multinível que é ficar rico.

7. Estar em uma empresa com valor de adesão muito elevado.

Empresas com valor de adesão acima de 2 mil reais podem ser um grande problema para novos distribuidores. Além de entregarem muito produto na primeira ativação, de certa forma induzindo o distribuidor a começar pelas vendas, tornam difícil a atividade de recrutamento, por ser mais difícil encontrar pessoas dispostas a investir valores acima de 2 mil reais.

Na empresa em que entrei, o valor da adesão é menor do que 100 reais. Acredito que por isso consegui tanta gente, nos primeiros 14 dias.

Embora a empresa tenha pacotes maiores, até 750 reais, inciando como o menor pacote, a pessoa chega ao topo sem dificuldade.

8. Estar em uma empresa que paga pouco em relação às adesões de novos distribuidores.

Outro grande problema que é analisado pelas pessoas que entramos em contato é quando o bônus de adesão é muito pequeno, obrigando o novo distribuidor a trabalhar muito em um momento em que ainda não está ganhando bem. Ou seja, precisa de mais de 10 pessoas para recuperar o investimento inicial, sem precisar vender os produtos.

Como sente dificuldade de cadastrar pelo menos 5 pessoas, acabam indo para o caminho das vendas, com receio de não ter retorno. Com isso, acaba prejudicando o recrutamento que é o que vai proporcionar o dinheiro grande.

Na minha empresa, com apenas 3 cadastros, a pessoa já recupera o valor investido na adesão. Isso impulsionou muito a minha velocidade de novos cadastros.

Veja esse vídeo de 7 minutos da minha empresa.

O link para cadastros é https://mydenken.com/cadastro/celso.

Anúncios

Sobre Celso Silva

Meu nome é Celso Silva; nasci no Rio de Janeiro, em 24 de fevereiro de 1950. Aos 17 anos ingressei na Escola Preparatória de Cadetes do Exército, em Campinas, São Paulo, e após 3 anos, fui para a Academia Militar das Agulhas Negras, em Resende, Rio de Janeiro, formando-me em dezembro de 1973. Segui a carreira militar, passando para a reserva como coronel.
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s