A energia do desejo

Você deve conhecer pessoas que dizem desejar muito determinada coisa, material ou não, mas não as vê fazendo nada a respeito, nos dias que se passam, nas semanas, nos meses e nos anos. Ou seja, estão à espera de uma benção de Deus.

Certo dia, há 6 anos, eu estava conversando com uma jovem de uns 25 anos; ela me disse que gostaria muito de viajar para o Piauí. Então, eu perguntei: o que você fez ontem que pode ajudar você ir para o Piauí? Adivinha o que aconteceu. Ela travou; não entendeu nada da minha pergunta. Depois, ainda coloquei mais lenha na fogueira. E hoje, o que você vai fazer? E amanhã? Eu disse que ela deveria pegar um pote e começar, imediatamente a colocar algum dinheiro dentro, e diariamente, sempre que tivesse algum valor na mão, colocar uma parte lá dentro. Vou voltar a essa história no final do artigo.

Como dobrar a sua renda

Embora, ela nunca tivesse pensado nisso, a sugestão começou a fazer sentido para ela. Ela não tinha um plano; estava deixando a vida a levar.

Durante os anos em que trabalho recrutando pessoas, percebo que as pessoas não tem aquilo que passei a chamar de “energia do desejo”. Na verdade, elas tem, mas não empregam nos sonhos delas; só para as coisas imediatas.

Na Copa do Mundo de 2014, essa questão ficou bem clara. Você acha que as pessoas que viajaram de seus países para o Brasil, ou os brasileiros que estão indo para os estádios queriam mesmo participar das atividades da Copa? Claro!

E as pessoas que dormem no chão, por não terem dinheiro para o hotel, queriam estar nas atividades da Copa? Sem dúvida nenhuma.

Então! Aí está a energia do desejo. Quando essa energia é suficientemente forte, nada atrapalha. Onde entram as bênçãos de Deus, no caso da Copa? Permitindo que os meios de transporte funcionassem corretamente, mantendo uma meteorologia adequada, mantendo os perigos longe da Copa etc; o resto dependeu do forte desejo das pessoas.

E porque falo da energia do desejo?

As pessoas falam para você que querem ter mais dinheiro. O que você as vê fazendo ao longo dos dias e dos anos? Gastando dinheiro.

As pessoas falam que querem emagrecer. O que você as vê fazendo? Comendo a cada dia mais.

Falam que desejam bons relacionamentos. E brigam todos os dias.

Falam que desejam um carro. Compram celulares, TVs, pintam a casa etc.

Acho que você já entendeu. Elas fazem aquilo que desejam mais intensamente, no momento. E depois, ficam dando jeitinho na vida.

A única coisa que posso fazer, diante desses casos, é rir e me tornar um exemplo, mas vejo também que falho muitas vezes; preciso ser humilde nesse ponto, se não, não aprendo com as lições da vida.

Então, no meu trabalho de recrutamento,  sempre encontro pessoas que querem muito mudar de vida, principalmente, ganhando mais dinheiro. Mas quando vejo a atitude delas no dia a dia, nas redes sociais, ou off-line, concluo que o que elas querem mesmo é participar de festas, viajar, visitar parentes e comprar. São desejos legítimos e corretos; mas fazendo isso logo, ficam cada vez mais longe do dinheiro. Deveriam primeiro usar o dinheiro gasto nos gostos imediatos em algo que, depois de um tempo, lhes desse o dinheiro para satisfazer os seus desejos para a vida toda.

A energia do desejo para as coisas que fazem parte do futuro não é muito forte na maioria das pessoas. Por isso, segundo o documentário “o Segredo”, somos informados que 1% da população detém 96% do dinheiro do mundo. Esse 1% tem a energia do desejo maior para coisas do futuro do que as imediatas.

Como prometido, estou retornando à história daquela jovem.

Ela, que era uma vendedora de doces, percebeu que gastava todo o dinheiro que ganhava todos no dia. Viu que poderia guardar, pelo menos, 1 ou 2 reais, diariamente, concluindo que poderia viver sem gastar esse dinheiro.

Normalmente, em casos como o dessa história, a pessoa continua gastando tudo o que ganha e, no momento em que a viagem se torna inadiável, por ser realmente necessária, pegam dinheiro emprestado de alguém. E continuam precisando de dinheiro.

As pessoas agem em direção àquilo em que o seu desejo é mais intenso.

Você conhece algum caso interessante para contar? Deixe nos comentários.

Anúncios

Sobre Celso Silva

Meu nome é Celso Silva; nasci no Rio de Janeiro, em 24 de fevereiro de 1950. Aos 17 anos ingressei na Escola Preparatória de Cadetes do Exército, em Campinas, São Paulo, e após 3 anos, fui para a Academia Militar das Agulhas Negras, em Resende, Rio de Janeiro, formando-me em dezembro de 1973. Segui a carreira militar, passando para a reserva como coronel.
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s