Os 2 maiores segredos do marketing multinível

Ritmo e textos prontos. Pronto! Falei! Depois, explico cada um.

As outras coisas são comuns a qualquer atividade da nossa vida: disposição, pensamento positivo, conhecimento do assunto, persistência, força de vontade, desenvolvimento pessoal etc. Há pessoas que possuem todas essas características, mas não tem sucesso no marketing multinível porque não usam o ritmo e os textos prontos.

1. Ritmo

A maioria das pessoas não tem ritmo nas coisas que realiza; e no marketing multinível, isso pode ser fatal. Os principais erros aqui são: desenvolver esforços excessivos em curto espaço de tempo combinados com longo tempo de inatividade; alternância entre grandes esforços e esforços pequenos; e esforços pequenos espaçados por longo tempo de inatividade.

Para ilustrar de uma maneira clássica o erro do ritmo, temos o seguinte exemplo: alguém resolve divulgar seu negócio para 100 pessoas em um único dia e fica 30 dias sem falar com ninguém; e nada acontece.

2. Textos prontos (scripts)

A maioria das pessoas quando encontram e se associam ao marketing multinível, quer fazer tudo do seu jeito e de qualquer jeito. Não se lembram que coisas importantes são feitas obedecendo certos padrões.

Alguns exemplos:

Não é normal, alguém que sabe dirigir, ligar o carro com a marcha engrenada, sem ter pelo menos o pé na embreagem, porque é errado e as consequências são ruins. Da mesma forma, não é comum uma pessoa sair com o veículo com a quarta marcha.

Quando se faz algum trabalho com o computador, é impossível digitar algo antes da máquina estar ligada.

Parece tudo muito óbvio porque não é possível fazer de outra forma.

Quando chega na hora de divulgar o negócio, só porque nenhum desastre acontece e falar é uma coisa natural, a pessoa sem a instrução do marketing multinível fala o que vem na cabeça, sem pensar que cada termo empregado de maneira errada pode trazer graves consequências. E, na maior parte das vezes, a pessoa se surpreende quando encontra alguém e não sabe o que dizer.

Certa vez, eu estava treinando uma pessoa que cadastrei, oferecendo hidratação facial de “graça” para as pessoas que abordávamos na rua. Ficou bem evidente a necessidade do script. Quando eu falava com as pessoas para o meu distribuidor ver, a aceitação era muito grande. Quando ele falava, “ninguém” aceitava cuidar da pele “de graça”. Você sabe porque? Na frase dele, o “de graça” vinha no final ou ele esquecia de dizer. Na minha frase, o “de graça” vinha logo no início, sem a pessoa nem ao menos saber do que se tratava. Depois, no mesmo dia, ele aprendeu.

Para que serve o ritmo e o texto pronto (script)?

Para tornar o trabalho automático e poder avaliar os resultados.

Ninguém que tirou carteira de motorista fica pensando, toda vez que entra no carro, o que precisa fazer. – O que faço agora? Ah! Colocar a chave na ignição e dar a partida no motor. – E agora? Ah! Pisar na embreagem. Ninguém faz isso; é tudo automático. E é assim com outras atividades.

Com relação ao ritmo, por exemplo, um corredor que correr em espaços de tempo variados não terá como avaliar seu desempenho. Se correr apenas uma vez por mês, cada vez será com se fosse a primeira. Além do mais, ele não pode somar tudo o que deveria correr cada dia do mês e correr em um só dia. Já pensou correr 150 km uma vez por mês? Quem aguentaria?

O que fazer então?

Quanto ao ritmo, é muito sábio obedecer as leis da natureza; o sol nasce a cada 24 horas. Então, parece que a repetição diária é o melhor padrão de ritmo. Aquilo que você faz diariamente vai se tornando cada vez melhor e automático.

Quanto ao script, pode-se pedir ajuda aos seus patrocinadores e treinar com alguém para sentir qual é o efeito do que você fala sobre outra pessoa. E a repetição, dizem que é a mãe do aprendizado.

Como sugestão, indico os seguintes artigos:

– https://celsohl.com/2013/03/06/apresentacao-diaria-da-sua-empresa-de-multinivel;

– https://celsohl.com/2013/03/03/como-recrutar-pessoas-para-a-sua-empresa-por-meio-da-apresentacao-dos-produtos

Anúncios

Sobre Celso Silva

Meu nome é Celso Silva; nasci no Rio de Janeiro, em 24 de fevereiro de 1950. Aos 17 anos ingressei na Escola Preparatória de Cadetes do Exército, em Campinas, São Paulo, e após 3 anos, fui para a Academia Militar das Agulhas Negras, em Resende, Rio de Janeiro, formando-me em dezembro de 1973. Segui a carreira militar, passando para a reserva como coronel.
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s