Como acabar com a celulite

Make your own banner at MyBannerMaker.com

Exercícios, alimentação saudável, drenagem linfática e cosméticos: passo a passo para amenizar os indesejados furinhos.


Quer se ver livre dos furinhos? É fácil! (Foto: Thinkstock)

Alterações hormonais, gordura localizada, retenção líquida, sedentarismo, má circulação, genética: eis alguns dos fatores que desencadeiam a celulite. Por isso, seu tratamento exige uma abordagem multidisciplinar:

1. Identifique a causa

A celulite é um termo utilizado mundialmente para se referir a um quadro clínico que, de acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia, está presente em praticamente 100% das mulheres em alguma fase da vida. Nas áreas afetadas, há fibras que ligam a superfície aos tecidos mais profundos, que repuxam a pele para baixo, causando o temido aspecto acolchoado. “O diagnóstico correto possibilita a associação de tratamentos mais eficazes. Mas o sucesso está, sobretudo, na conscientização de que é necessária manutenção no longo prazo”, ressalta a dermatologista Andrea Godoy.

2. Use sal com moderação

O sal contém sódio, responsável pela retenção de água no organismo e inchaço das células. “Pelo mesmo motivo, evite molho inglês e de soja (shoyu), bem como alimentos embutidos, pré-cozidos e defumados” recomenda a nutricionista Paula Carvalho, que sugere o uso de ervas para temperar. “Além de realçarem o sabor das receitas, a salsinha, a cebolinha, o alecrim e o tomilho, por exemplo, são aliados para prevenir doenças no estômago e ativar a digestão”.

Hidrate o corpo sempre que possível para eliminar a terrível celulite. (Foto: Thinkstock)
3. Mantenha o organismo hidratado

Grande parte das toxinas é expulsa do organismo por meio da urina e do suor. Se não houver hidratação suficiente, esse processo fica comprometido. “Água, chás e sucos contribuem para a diluição do sódio facilitando sua eliminação. Três litros por dia são suficientes”, diz a médica inglesa Elisabeth Dancey, em The Cellulite Solution (“A Solução para a Celulite”).

4. Movimente-se

Essencial na mudança da composição corporal, os exercícios físicos devem ser adequados às reais necessidades de cada um. “Para combater a celulite, é necessário que o percentual de gordura diminua com atividades aeróbicas (corrida, bicicleta, natação, hidroginástica) e a massa muscular aumente através do treino de força. Com isso, a musculatura cresce e estende a pele que está na superfície, garantindo a ela um aspecto mais firme e uniforme”, ensina o personal trainer Daniel Mussi, que ainda alerta: nada de se acomodar. “A regularidade garante resultados satisfatórios bem como que os mesmos não se percam ao longo do tempo”.

5. Aposte na drenagem linfática

A finalidade da drenagem é coletar os líquidos presos entre as células e conduzi-los aos vasos capilares para que sejam eliminados. “Trata-se de uma terapia que ajuda o sistema linfático a trabalhar melhor – ou seja, filtra o excesso de líquido e de toxinas que ficaram retidos nos tecidos, devolvendo-o ao sistema circulatório”, explica a fisioterapeuta Maria Luiza Abraão. Na prática, com esse processo funcionando a todo o vapor, é possível diminuir o inchaço, melhorar a circulação e, consequentemente, a aparência da pele.

6. Invista em cosméticos

Sozinhos, os cremes não fazem milagres, pois tem uma capacidade limitada de alterar a estrutura do tecido gorduroso. Quando associados a outros tratamentos, são coadjuvantes poderosos. A dermatologista Beatriz Gonçalves afirma que, em geral, as formulações apresentam agem na quebra das células de gordura e no auxílio da drenagem linfática e da circulação. “Também deixam a pele mais firme, hidratada e macia”, contou. Portanto, olho no rótulo. Os especialistas ouvidos pela reportagem apontam alguns ativos eficazes: cafeína, retinol, ginkgo biloba, centella-asiática,xantoxilina, floridzina e pilosella.

Realize a automassagem diariamente. Pode usar um creme hidratante para o exercício. (Foto: Thinkstock)

7. Promova a automassagem

Usar cremes adequados é fundamental, não apenas pelo efeito cosmético, mas também pelo mecânico: aplicá-los com vigor gera uma melhor circulação que facilita a penetração do produto.

8. Inclua alimentos funcionais no cardápio

Priorize comidinhas que reparam, hidratam e revitalizam a pele. “Proteínas, frutas, legumes, verduras e carboidratos ricos em fibras compõem uma dieta antioxidante que ajuda a eliminar toxinas e, dessa forma, impedem que os radicais livres fragilizem os tecidos” resume Andrea Godoy. O ideal é incluir diariamente pelo menos dois desses grupos de alimentos no prato.

9. Estimule a circulação

Durante o banho, alterne água quente e água fria durante alguns minutos. Com o auxílio de uma esponja grossa, faça movimentos circulares. Uma vez por semana, inclua nesse ritual um esfoliante, pois remove as células-mortas, facilitando a penetração dos ativos dos cosméticos.

Abuse do chá na dieta! (Foto: Thinkstock)
10. Beba chá

“Aliadas a bons hábitos, as plantas medicinais ajudam o corpo a se livrar das toxinas. Combinar até três tipos na hora do preparo potencializa os benefícios”, garante a médica nutróloga Camila Bueno,que explica as propriedades de algumas delas: a carqueja tem efeito diurético e diminui os níveis de açúcar no sangue; o chá-verde estimula a digestão e facilita a queima de gordura; o gengibre prolonga saciedade e acelera o metabolismo; a sete-sangrias é levemente laxativa; a cavalinha tem poder desintoxicante; a hamamélis tem ação anti-inflamatória; a castanha-da-índia melhora a permeabilidade dos vasos, diminuindo o inchaço. Para garantir os efeitos terapêuticos, coloque a água para ferver e assim que surgirem as primeiras bolhas de ar apague para, então, acrescentar a erva. Acrescente a erva (2 colheres de sopa para 1 litro de água) e abafe por 5 minutos.

Anúncios

Sobre Celso Silva

Meu nome é Celso Silva; nasci no Rio de Janeiro, em 24 de fevereiro de 1950. Aos 17 anos ingressei na Escola Preparatória de Cadetes do Exército, em Campinas, São Paulo, e após 3 anos, fui para a Academia Militar das Agulhas Negras, em Resende, Rio de Janeiro, formando-me em dezembro de 1973. Segui a carreira militar, passando para a reserva como coronel.
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s