Estudo alerta sobre a obesidade mundial

Make your own banner at MyBannerMaker.com

A epidemia de obesidade enfrentada por numerosos países transcende a saúde pública e afeta agora o equilíbrio do planeta. Num estudo dedicado à Rio+20, pesquisadores da London School of Hygiene & Tropical Medicine calcularam quanto pesa a população adulta da Terra. Chegaram ao astronômico número de 287 milhões de toneladas, 15 milhões das quais devido ao excesso de peso e 3,5 milhões à obesidade. Conclusão: estamos devorando os recursos do planeta. A maior parte do excesso de peso está concentrada nos países ricos. Além de serem historicamente os maiores poluidores e os maiores consumidores de recursos naturais, os Estados Unidos são o país mais pesado da Terra. A Coréia do Norte, assombrada pela fome, é o país mais leve.
Leia também:
Dois terços dos idosos nos EUA temem mais perder a independência do que a morte
Ecologistas denunciam que acordo pelo planeta pode ser diluído
O Brasil está em sexto lugar no total de biomassa devido ao tamanho da população, mas cai para vigésimo quando é considerado o peso por individual.
O estudo destaca que o consumo exagerado de alimentos não apenas diminui a expectativa de vida dos indivíduos como está associado a padrões insustentáveis de exploração dos recursos naturais, associados a mudanças climáticas, à perda de biodiversidade (para aumento das áreas de cultivo e criação de gado) e degradação ambiental.
Publicada na revista científica “BMC Public Health”, a pesquisa produziu uma tabela das nações “mais gordas” da Terra e seu “índice de massa corporal” em relação à distribuição de obesidade. Os cientistas trabalharam com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS). Assim, a China, que tem a maior população, tem peso relativo por indivíduo muito menor. Enquanto o peso médio de um ser humano é de 62 quilos, o dos americanos é 80,7 quilos.
Embora os EUA tenham apenas cerca de 5% da população mundial, representam por um terço do peso da Humanidade, por causa da obesidade. A título de comparação, a Ásia, que tem 61% da população mundial, representa apenas 13% do peso global. Se a China tivesse o mesmo índice de massa corporal (BMI, indicador padrão para avaliar peso) que os EUA, o número global seria 121% maior.
Já o Japão foi considerado o país mais em forma do mundo. Se todo mundo tivesse o BMI dos japoneses, haveria uma redução de 5% do peso total da Humanidade.

Make your own banner at MyBannerMaker.com

Anúncios

Sobre Celso Silva

Meu nome é Celso Silva; nasci no Rio de Janeiro, em 24 de fevereiro de 1950. Aos 17 anos ingressei na Escola Preparatória de Cadetes do Exército, em Campinas, São Paulo, e após 3 anos, fui para a Academia Militar das Agulhas Negras, em Resende, Rio de Janeiro, formando-me em dezembro de 1973. Segui a carreira militar, passando para a reserva como coronel.
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s