Quero sair da empresa em que acabei de entrar. Decepção…

Espero que esse artigo ajude as pessoas que acabaram de se cadastrar em uma empresa de marketing multinível, pela influência de alguém ou pela emoção.

Ontem, eu conversava com uma pessoa, pelo Skype (http://www.skype.com), e ela dizia que tinha entrado em uma empresa, há 1 semana, e ia sair; por sinal, trata-se da mesma empresa em que comecei há pouco tempo, também, embora não tenhamos nenhuma ligação dentro do negócio.

Eu disse que ela só deveria sair de algo que fosse ilegal ou errado; ou seja, deveria ligar para alguém e pedir para cancelar tudo o que indicasse que algum dia ela tivesse tido ligação com aquilo.

Ela entendeu rapidamente e respondeu que queria sair porque não tinha grana para pagar o boleto para adquirir os produtos da empresa.

Então, eu contei a ela que conheci uma pessoa que entrou para determinada empresa, ficou 2 anos sem fazer nada, e quando a ficha caiu, começou.

No final da conversa, como ela mudou de ideia, eu disse para ela comprar, de acordo com a sua situação financeira, alguns produtos avulsos do próprio patrocinador, começasse a consumir os produtos, fazer demonstrações e falar dos benefícios de se associar àquela empresa. Ela digitou “hummm…”

A ideia de sair de uma empresa de marketing multinível não tem nenhum sentido, porque quando você se associa não é gerado nenhum tipo de obrigação junto à empresa. A pessoa não se compromete com nada, mas recebe um enorme benefício: estar posicionada antes das centenas e milhares de pessoas que vão entrar nos próximos anos. E se der certo?

Se uma pessoa acabou de se cadastrar e recebeu palpites negativos de amigos ou pessoas da família que nada conhecem do assunto, mas viu fatos positivos sobre a empresa, viu que há pessoas tendo sucesso, deve realizar as primeiras atividades sugeridas para o começo, de acordo com sua capacidade financeira e ir se envolvendo aos poucos.

É claro que, além das restrições financeiras, o tipo de produto tem um grande peso na decisão da pessoa dar mais um passo à frente. Eu, por exemplo, não me vejo trabalhando com produtos de beleza, apesar de usar, mas me sinto à vontade com produtos de nutrição; aliás não deveria haver opção de uma pessoa “querer ou não querer” usar produtos que melhorem a saúde. Acho que a pessoa que dissesse que não quer usar produtos que dão mais disposição, que suplementam a alimentação, que ajudam a controlar o peso, que melhoram a autoestima etc, deveria ficar de castigo. Eu fiquei rindo, agora; não sei você.

Veja esse video “Comece De Onde Você Está”.

Anúncios

Sobre Celso Silva

Meu nome é Celso Silva; nasci no Rio de Janeiro, em 24 de fevereiro de 1950. Aos 17 anos ingressei na Escola Preparatória de Cadetes do Exército, em Campinas, São Paulo, e após 3 anos, fui para a Academia Militar das Agulhas Negras, em Resende, Rio de Janeiro, formando-me em dezembro de 1973. Segui a carreira militar, passando para a reserva como coronel.
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Quero sair da empresa em que acabei de entrar. Decepção…

  1. ladyclic disse:

    Gostei muito da orientação que deu a moça, você realmente entende do que fala.
    Eu recomendo à todos que conheçam os produtos dos sites que se afiliam, afinal de contas para vender primeiro é preciso comprar o produto certo?
    E quanto a parte financeira, utilizo pequenos programas e de rápido retorno para ter dinheiro em caixa para entrar nos programas maiores, como esse: http://5reais.atspace.cc

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s