Não mande patos para a escola de águias!

Se você manda patos para uma escola de águias, ELES se frustarão. Patos não são águias, eles são o que nasceram pra ser. Eles possuem características únicas e devem ser valorizados por elas.

Se você manda patos para uma escola de águias, ELAS se sentirão frustradas. As águias não gostam de andar com patos. O potencial que possuem as torna impacientes em relação àqueles que não conseguem voar alto.

Make your own banner at MyBannerMaker.com

Se manda patos para uma escola de águias, VOCÊ também se frustrará. Você já liderou pessoas que nunca decolaram e nem atingiram suas expectativas ? Talvez esteja colocando patos no lugar de águias. Pense nisso.

Passei por um momento de descoberta não faz muito tempo e quando li este texto foi muito esclarecedor e por isso transcrevo aqui para vocês: 

A primeira regra de administração é esta: não mande patos para uma escola de águias. Quer saber o motivo? Porque não vai dar certo. Pessoas competentes são descobertas, e não transformadas.  Elas podem tomar a iniciativa de mudar, mas você não conseguirá mudá-las. Se você deseja se cercar de gente competente é preciso descobrir primeiro. Se quiser gente motivada, precisa  encontrá-las e não motivá-las.

Não faz muito tempo, li em uma revista em NY um anuncio de pagina inteira de uma rede de hotéis. Na primeira linha da chamada estava escrito “não ensinamos nossos funcionários a serem simpáticos”.  Aquilo chamou a minha atenção. A segunda linha dizia ” Contratamos gente simpática”. Pensei: “Que sacada inteligente!”.

A motivação é um mistério. Porque algumas pessoas estão sempre motivadas e outras não? Porque um vendedor detecta seu primeiro cliente em potencial às sete da manha enquanto os outros só começam a vender a partir das onze? Qual a razão de um começar às sete e outro às onze? Não sei. Chamamos isso “os mistérios da mente”.

Ministro palestras para mil pessoas ao mesmo tempo. Uma sai dali e diz: “Vou mudar minha vida”. A outra sai bocejando e dizendo: ” Já ouvi toda essa bobagem antes”. Porque isso acontece?

Credite isso aos mistérios da mente, e não perca seu tempo tentando transformar patos em águias. Contrate pessoas que já possuem a motivação e o impulso para se tornarem águias. Depois, permita que elas batam asas e voem.

Quer saber se você é águia ou pato? Águias possuem as seguintes características:

Capacidade de adaptação – ajustam-se rapidamente as mudanças.

Discernimento – Compreendem quais são as questões mais importantes.

Perspectiva – Enxergam além do ponto que estão.

Comunicação – Interagem com as pessoas de todos os níveis da organização.

Segurança – Confiam no que são, e não no cargo que ocupam

Disposição para servir – fazem o que for necessário

Iniciativa – Encontram maneiras criativas de fazer as coisas acontecerem

Maturidade – colocam a equipe em primeiro lugar

Persistência – Mantém consistência em termos de caráter e competência a longo prazo

Confiabilidade – São dignos de confiança naquilo que é mais importante

E isso ai.

Texto de Jim Rohn, extraído do livro O livro de ouro da liderança – John C. Maxwell

Ao desenvolvermos o trabalho com a nossa empresa, devemos entender que nossa equipe será sempre composta de Patos e de Águias, nada de errado nisto, pois cada um é importante e tem os seus valores.

O problema é quando damos tratamento de águias a um pato e tratamento de patos a uma águia.

O problema maior é quando esperamos atitudes de águia em um pato, ou pior ainda… quando vemos um pato colocando uma fantasia de águia e esperamos dele as atitudes de uma águia… nada é mais frustrante …. por melhor que seja a fantasia.. suas atitudes demonstrarão que ali tem um pato querendo se passar por águia.. e convenhamos… as ações do dia a dia mostram quem é quem… simples assim…

Patos ficam felizes quando são tratados como patos, gostam mais é de tranqüilidade, nada de planos complicados, excesso de trabalho, ou metas grandes demais… deixe-os ir no ritmo deles… “Tá ruim mas tá bom”

Águias precisam de sangue correndo nas veias, precisam de pressão, desafios, dificuldades, problemas para resolver, Águias gostam de conviver com Águias… conversar sobre conquistas, desafios, planejamento, estratégias!

“A águia gosta de pairar nas alturas, acima do mundo, não para ver as pessoas de cima, mas para estimulá-las a olhar para cima.” Elisabeth Küber-Ross

REFLITA!

Finalizando, entenda que se uma águia crescer rodeada de patos pode adquirir hábitos de patos, MESMO SENDO ÁGUIA!!

Mas se ela deixar sua natureza assumir….

Leia a história abaixo:

A Águia e as Galinhas

Um camponês criou um filhote de águia junto com suas galinhas.

Tratando-a da mesma maneira que tratava as galinhas, de modo que ela pensasse que também era uma galinha.

Dando a mesma comida jogada no chão, a mesma água num bebedouro rente ao solo, e fazendo-a ciscar para complementar a alimentação, como se fosse uma galinha. E a águia passou a se portar como se galinha fosse.

Certo dia, passou por sua casa um naturalista, que vendo a águia ciscando no chão, foi falar com o camponês:

– Isto não é uma galinha, é uma águia!

O camponês retrucou: – Agora ela não é mais uma águia, agora ela é uma galinha!

O naturalista disse: – Não, uma águia é sempre uma águia, vamos ver uma coisa.

Levou-a para cima da casa do camponês e elevou-a nos braços e disse:

– Voa, você é uma águia, assuma sua natureza !

– Mas a águia não voou, e o camponês disse:

– Eu não falei que ela agora era uma galinha !

O naturalista disse: – Amanhã, veremos.

No dia seguinte, logo de manhã, eles subiram até o alto de uma montanha.

O naturalista levantou a águia e disse: – Águia, veja este horizonte, veja o sol lá em cima, e os campos verdes lá em baixo, veja, todas estas nuvens podem ser suas.

Desperte para sua natureza, e voe como águia que és.

A águia começou a ver tudo aquilo, e foi ficando maravilhada com a beleza das coisas que nunca tinha visto, ficou um pouco confusa no início, sem entender o porquê tinha ficado tanto tempo alienada.

Então, ela sentiu seu sangue de águia correr nas veias, perfilou de vagar, suas asas e partiu num vôo lindo, até que desapareceu no horizonte azul.”

Criam as pessoas como se galinhas fossem, porém, elas são águias.

Todos podemos voar, se quisermos.

Voe cada vez mais alto, não se contente com os grãos que lhe jogam para ciscar.

Nós somos águias, não temos que agir como galinhas, como as vezes querem que sejamos.

Pois com uma mentalidade de galinha fica mais fácil ser controlado pelas pessoas, pois abaixa-se a cabeça para tudo, com medo.

Conduza sua vida de cabeça erguida, respeitando os outros, sim, mas com medo, nunca!

Anúncios

Sobre Celso Silva

Meu nome é Celso Silva; nasci no Rio de Janeiro, em 24 de fevereiro de 1950. Aos 17 anos ingressei na Escola Preparatória de Cadetes do Exército, em Campinas, São Paulo, e após 3 anos, fui para a Academia Militar das Agulhas Negras, em Resende, Rio de Janeiro, formando-me em dezembro de 1973. Segui a carreira militar, passando para a reserva como coronel.
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s