Aprenda a negociar seu salário

Não importa se você está procurando um trabalho mais lucrativo ou apenas tentando engordar sua remuneração, solicitar um aumento é um exercício de negociação. A primeira etapa é saber o que você quer. 

“Analise o cenário total da remuneração antes de começar a negociar seu salário, incluindo bônus, comissões, convênio médico, gastos com assistência médica e dependentes, compartilhamento de lucros, férias remuneradas, opções de ação e outros benefícios”, diz Allen Salikof, presidente e CEO da Management Recruiters International Inc., uma das maiores organizações de pesquisa e recrutamento do mundo.
“Todos esses benefícios podem afetar sua condição financeira total – nunca avalie seu salário isoladamente”, ele acrescenta.
Salikof dá estas 10 dicas que você deve considerar ao conversar sobre negociação de salário:
Make your own banner at MyBannerMaker.com

Peça

Você já ouviu falar na regra “Se você não falar, nunca saberemos”, certo? Bem, a primeira regra da negociação de salário é: “Se você não pedir, nunca saberá”. Você provavelmente não receberá mais do que um pequeno ajuste se não tiver coragem para pedir um aumento. Assim, elabore seus argumentos, prepare-se e siga em frente.

Faça a lição de casa

Descubra o que outras pessoas em um cargo igual ao seu fazem. Consulte associações comerciais, pergunte aos contratantes quanto ganham as pessoas do seu meio e procure nas vagas de emprego para ver como seu salário se compara com o que está sendo oferecido para novos funcionários.

Saiba qual é seu verdadeiro valor

Você economizou dinheiro da empresa, melhorou um processo ou atingiu sua meta? Se você contribuiu para o resultado final da empresa, saiba quanto valeu essa contribuição, financeiramente. Você pode inclusive sugerir que seu ajuste pode ser o equivalente a 5% desse montante no seu salário. Sugira que a empresa associe sua remuneração a resultados mensuráveis. Se o seu cargo não tiver uma linha específica no orçamento, prepare-se para mostrar que seu trabalho melhorou a reputação da empresa ou a retenção dos funcionários. A chave é fornecer dados que mostrem seu valor para a empresa.

Seja o seu próprio advogado

Faça com que a lista de suas realizações chame a atenção de seu chefe. Você é a melhor fonte de informações sobre você e precisa estar disposto a agir em causa própria. Não conte que seu chefe simplesmente vai sugerir que você deve ganhar mais ou perceber que você não recebe um aumento há 10 anos. Você precisa “se exibir”.

Planeje com antecedência

Se deseja receber um aumento em breve, informe seus chefes que você gostaria de discutir a questão para dar uma pista do que espera do próximo aumento. Agende uma reunião para discutir a questão antes.
Nunca é tarde demais para pedir um aumento
Se você já tiver passado por uma análise de desempenho, solicite um tipo de aumento diferente – talvez um aumento por mérito ou uma análise de desempenho acelerada, retroativa e com base em objetivos estipulados na reunião.

Aguarde a sua vez

Nunca nem pense em ser o primeiro a falar sobre dinheiro durante uma entrevista. Aguarde o entrevistador fazer uma oferta. E se for pressionado a mencionar um salário? Especifique uma faixa ou dê uma resposta vaga ao entrevistador, por exemplo, “O salário que espero depende das especificações exatas do trabalho. Você pode falar mais sobre isso?”

Saiba quando ser flexível

Considere outras oportunidades de trabalho e prepare-se para sair do emprego se não receber o salário merecido. Nada deixa um funcionário mais confiante para pedir um aumento do que ter outra oferta de emprego na manga. Por outro lado, se você passar por uma análise de desempenho e não receber o que deseja, nunca peça as contas. É mais fácil encontrar um emprego empregado do que desempregado.

Tudo conta

Ao calcular seu salário, não se esqueça de incluir o valor de benefícios como bônus, comissões, assistência médica, contas com gastos variáveis, compartilhamento de lucros, férias remuneradas e ofertas de ações. Se um possível empregador perguntar quanto você ganha em seu cargo atual, diga, com sinceridade, “Minha remuneração total é…” e especifique um valor que inclui tudo.

Não subestime o valor da felicidade

Anúncios

Sobre Celso Silva

Meu nome é Celso Silva; nasci no Rio de Janeiro, em 24 de fevereiro de 1950. Aos 17 anos ingressei na Escola Preparatória de Cadetes do Exército, em Campinas, São Paulo, e após 3 anos, fui para a Academia Militar das Agulhas Negras, em Resende, Rio de Janeiro, formando-me em dezembro de 1973. Segui a carreira militar, passando para a reserva como coronel.
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s